Livros que eu NÃO Recomendo

28 out

Continuando o post sobre livros, hoje vou falar dos que eu li e não gostei. Essa é a parte mais difícil… espero que ninguém me xingue!

LIVROS QUE NÃO RECOMENDO

***

ARTEMIS FOWL, EOIN COLFER

Eu simplesmente adoro a forma como Colfer narra sua história. Ele foca em um personagem por vez, mostrando tudo o que ele vê e sente. Mas o mais incrível é a forma como ele passa de um personagem para outro. A história segue de forma fluida, e a leitura gostosa. Se eu ler algum dos outros livros dele, talvez até goste. Mas não Artemis Fowl.

Comecei revirando uma prateleira de uma livraria. Agradeceria se tivesse escrito o número do livro em algum lugar fácil de encontrar, assim eu não levaria tanto tempo para descobrir que o primeiro livro é Artemis Fowl, O Menino Prodígio do Crime. Agora parece meio óbvio, mas na hora não parecia. Mas agora pensando bem, são poucas as coleções que possuem o número do livro, que eu me lembre só Deltora Quest. Preferia que todas tivessem.

Ok. Comprei o livro, li e adorei. O problema foi quando decidi ler o segundo. Mais um tempão na livraria para descobrir que o segundo era Artemis Fowl, Uma Aventura no Ártico. E foi quando comecei a ler este, que percebi que mal lembrava o nome dos personagens. E após algumas conversas, percebi o quanto era boba uma história onde um menino superdotado, super-rico e super-sagaz decide roubar o ouro dos duendes, que na verdade moram num mundo subterrâneo. E anões que cavam túneis comendo terra na frente e ahm… defecando atrás, como uma minhoca. Resumindo, a história não me cativou, não convenceu.

Dizem que o livro 7 é muito bom. Mas eu não estou nem um pouco com vontade de ler quatro livros ruins só pra ler um bom depois, e também não tenho vontade de pular metade da coleção. O 1 até que é legal também, até que inventaram de criar uma versão de quadrinhos… E o Artemis, que era um personagem até que legal, passou a ser apenas uma criança esquisita.

***

FRONTEIRAS DO UNIVERSO, PHILIP PULMAN

Pra quem não sabe, Fronteiras do Universo é o nome da coleção que inclui: A Bússola de Ouro, A Faca Sutil, e A Luneta Âmbar.

Saí da sala do cinema com várias dúvidas sobre o enredo do filme (por que eles fizeram tal coisa, se não tinham motivo algum?), e um pouco desapontada com a recente descoberta de que se tratava de uma trilogia. Então decidi que não iria esperar pelo próximo filme para saber como a história continuava. Preciso dizer que adorei os ursos de armadura?

Comprei o primeiro livro. A história começou exatamente igual ao filme, e parecia que nunca ia começar a realmente acontecer alguma coisa. Mas a história começou a acontecer, apesar de nunca atingir a velocidade que eu esperava. Várias das minhas dúvidas foram sanadas, pois eram apenas erros de adaptação, e descobri que um dos mocinhos do filme não mantém a impressão de bonzinho da história durante todo o livro. E, ao contrário do filme, o livro tem final SIM. Não é como Senhor dos Anéis, que continua no próximo episódio, mas como Harry Potter, que cada livro tem início, meio e fim. Mas em A Bússola de Ouro, eles cortaram o final do filme, onde o tal personagem fica malvado.

Apesar de ser um livro meio morno, a curiosidade bateu, e eu comprei o segundo. Então eu percebi o quão escancarada é a heresia dessa série. Chega ao ponto de os personagens quererem o impeachment de Deus! E juntarem um exército pra isso, incluindo humanos, anjos, bruxas, e todo tipo de criatura. Até matam criancinhas pra poder ultrapassar as fronteiras do universo, entrando em algum outro mundo paralelo. Eu fico imaginando… ao contrário do primeiro livro, o primeiro filme é bem tranquilo e infantil. Então como será que eles esperam fazer o segundo?

Depois disso tudo, desisti de ler o último livro. Em vez disso, li alguns spoilers na Wikipédia, o que serviu apenas para reforçar minha aversão.

***

CREPÚSCULO, STEPHENIE MEYER

Ao ter em mãos um livro sobre vampiros, e ainda por cima escrito por uma mulher, a primeira coisa que me veio à mente foi que com certeza esses vampiros seriam bem diferentes daqueles com que estou acostumada. Imaginei que se bronzeariam, se afogariam, se apaixonariam por humanos, e andariam de braços dados com lobisomens. Eu já estava psicologicamente preparada. Mas, para meu espanto, até que não foi tão ruim assim. O vampiro se apaixona sim por uma humana, e adora o sol. Mas ele não respira e, apesar da atual trégua, vive uma rivalidade com os lobisomens. No quesito vampiro, a autora está aprovada.

O maior problema dessa história é que ela é boba. Simplesmente boba. Pra começo de conversa, ela é inteira baseada em amor à primeira vista. Que os românticos me perdoem, mas eu não acredito nessa baboseira. Nunca aconteceu comigo, me interesso muito mais por quem está sempre comigo e me faz companhia. Amor à primeira vista pode até existir como algo mais carnal, mas não aquela coisa melosa que aparece no livro.

Então a história é essa: o vampiro gato pra caramba, rico e cavalheiro se apaixona de repente e sem motivo algum pela garota desastrada que não tem nada em especial. E eles passam o livro inteiro naquela “você devia ficar longe de mim, sou perigoso”, “mas eu não tenho medo de você”. Nada acontece até quase no final, quando aparece o vampiro malvadão que quer o sangue da menina. Então eles fogem. A menina, o vampiro galã e a família vampira dele (que, diga-se de passagem, só sugam sangue de animais, e nunca de pessoas). Fogem sem motivo algum. No final das contas, dois dos vampiros bonzinhos facilmente dão uma coça no malvadão, mas não antes deste dar umas porradas na menina.

Além do enredo, a narrativa também é péssima. A autora definitivamente não sabe narrar cenas de ação. Por isso, sempre que alguma coisa vai acontecer, misteriosamente a personagem principal desmaia, ou não consegue ver direito o que aconteceu, poupando a autora de uma descrição mais difícil. Piada!

O final é muito sem graça. Eu já estava decidida a não comprar Lua Nova, o segundo livro da coleção, quando tive uma surpresa: provavelmente sabendo que a obra era uma porcaria, publicaram o primeiro capítulo do segundo livro no final do primeiro. Um capítulo inteiro! Que termina numa situação muito boa, mas já até imagino o desfecho bobo que deve ter, no segundo capítulo. Bem, essa é a minha opinião. Minha irmã mais nova adorou, então dei o livro pra ela. E quanto ao filme que vai sair… eu vou assistir, pelo trailer parece que vai ser bom sim. Espero que ele supra algumas faltas do livro.

***

CORALINE, NEIL GAIMAN

Não me lembro onde foi o primeiro lugar que li sobre Coraline, me lembro apenas de estar procurando resenhas na internet. Achei muito interessante, parecia uma Alice no País das Maravilhas para adultos. O autor é o mesmo de Stardust – O Mistério da Estrela, que deu origem àquele filme maravilhoso filme ano passado. Então minhas expectativas eram grandes.

Mas no final das contas, acabei nem sequer abrindo o livro. Isso porque emprestei para o Luís antes. Ele leu, e me descreveu o livro inteiro como um plágio descarado de O Ladrão da Eternidade, de Clive Barker, que foi publicado em 1991 (uns 10 anos antes de Coraline), e recebeu uma versão em quadrinhos em 2005 (que, diga-se de passagem, é muito boa!). Agora estou na dúvida se leio ou não, mas acho que não vou perder meu tempo… pena que o dinheiro já era!

Agora, enquanto escrevia esse post, acabei de ficar sabendo que ambos, Coraline e O Ladrão da Eternidade, ganharão uma versão para as telonas ano que vem. Vamos ver quem faz uma adaptação melhor, certo? E eu estarei lá, nas duas sessões, para tirar minhas próprias conclusões.

Anúncios

7 Respostas to “Livros que eu NÃO Recomendo”

  1. brueh outubro 30, 2008 às 8:42 am #

    =D! concordo sobre os livros serem ruins, mas o motivos citados no tópico não me convenceram. Artemis fowl 2 é ruim pq destroi o personagem “menino genio” fazendo ele viver APENAS situações que ele precisava ser “Menino Indiana Jones”. Bussula de ouro não é ruim apenas por conta da heresia, e talvez esse seja um ponto forte do livro pra alguns, o problema é que é MUITO chato. e Coraline… bom… esse é plágio mesmo, chega até dar raiva a semelhança @.@

  2. Morgana novembro 27, 2008 às 7:06 pm #

    eu amei esse filme é aventureiro
    emoçionante eu tenho apenas 11 anos
    e eu so digo recomende esse livro para
    todos porque esse é o meu melhor filme
    todos os dias eu acisto ele eu tenho esse filme
    comprei so por compra e amei nunca
    nenhum filme me invocou tanto
    amo esse filme.

  3. Anonimo dezembro 2, 2008 às 2:22 pm #

    Comecei a ler o livro bussola de ouro, estou achando muito legal, vi o filme 2 vezes, mas o livro eh muito melhor!
    quero acabar logo, para ler a faca sutil, tenho os dois, falta so o terceiro para eu completar, acho o livro bem legal

  4. anne dezembro 7, 2008 às 3:05 pm #

    nao sou nenhuma fanática por crepusculo
    mais se vc tivesse realmente lido com atenção perceberia que
    primeiramente o amor dele é a primeira vista por causa do cheiro
    que a menina tem, ela se esncantou com a beleza dele
    o que é muito comum entre os vampiros da historia
    “Fogem sem motivo algum” ?
    aqui começo a duvidar de que vc realmente tenha lido a historia
    que tal reler e encontrar o motivo? hãn?
    ;D
    A personagem principal é muito fragil e desastroza
    a historia se passa a partir do ponto de vista dela
    a autora irá publicar um outro livro que se passa ao ponto de vista
    do vampiro, acho que ali vao ter as descriçoes da ação que vc espera
    a autora nao parece ser incompetente para isso.
    colocar um capitulo do próximo, aonde vc vive? muitos livros contem isso
    é uma estratégia ótima, estimula o leitor a querer o outro.

    ah, acabei de assistir o filme, e realmente acho o livro muito melhor

  5. Karen Soares dezembro 7, 2008 às 4:42 pm #

    Com certeza é sem motivo algum. Seria muito mais fácil ficar e encarar o vampiro e a namorada no 6×2, do que cada um da família ir pra um lado, ficando mais vulneráveis.

    E o problema de adicionar o primeiro capítulo do segundo livro nem é tanto em fazer isso. O maior problema é que a autora já tinha criado muitas situações muito boas, e sempre acabam de forma boba, e ao ler o final daquele capítulo, eu pensei “Mais uma vez, uma cena muito boa. Pena que vai ter um fim tosco e sem graça”.
    Esses dias eu dei uma olhadinha por cima no segundo livro, e minhas suspeitas se confirmaram: Lá estavam os seis vampiros ferozes, a menina ensanguentada, tudo perfeito pra criar um problema daqueles, e então……….. O médico vira e fala “fulano, beutrano, tirem o ciclano daqui”, e começa a limpar o ferimento da menina. E só. Que decepção.

    E até agora nada me convenceu de que essa autora mereça tanta fama quanto ela possui. Por enquanto ela narra do ponto de vista da menina por motivos óbvios: narrar do ponto de vista de personagens mais fracos é mais fácil. E a meu ver, ela só vai narrar do ponto de vista do vampiro, porque a menina vai ficar mais forte do que ele.

  6. anamaria março 1, 2010 às 6:56 pm #

    Bom acho msmo q vcê assiste filmes ao inves de ler livros entaum pare e preste muita atenção…
    Toda a historia tem um fim e pra se descubrir um contexto final é preciso ler toda ela o fato de vcê nem c quer terminar uma coleção e sair por aí sem ter a menor idéia do que esta dizendo é ridiculo…
    Por favor antes de publicar q odiou uma história leia toda ela…
    a triologia fronteiras do universso é msmo uma basfémia mais tem um sentido real e literario por tras de toda ela as coisas atuais q a igreja faz em nome de Deus é uma delas…
    E quanto a Crepusculo bom se vcê nunca viveu amor a primeira vista meus pais teem 25 anos de casados e se aman desde a primeira vez q se viram o fato d que Etephanie ter relatado os vampiros como sendo bons quer dizer q de alguma maneira sempre é possivel ver um outro lado da moeda e quanto a os mocinhos fugirem da cidade naum sei se a especialista de livros ai chegou ao ponto de que ela naum quer q os amigos ou a familia sofra por conta dela entaum acha por bem ir embora e ele apóia ja que quer q ela esteja longe quando a luta ocorrer e sobre as cenas de ação vcê nem se quer leu eclipse e se for inteligente vai ler antes de postar essas baboseiras pq o climax é narrado por ela em cda detalhe sem desmaios ou outras coisas…

  7. Karen Soares março 1, 2010 às 8:24 pm #

    Bom, cada pessoa tem sua opinião. Eu não ligo que existam fanáticos pelos livros que considero mal escritos, mas isso não quer dizer que eu vá perder meu tempo lendo continuações de livros ruins. Tempo é um bem precioso, prefiro investí-lo em livros melhores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s